Conteúdo

O encontro

Transformar 2015: um evento, diversas possibilidades

Quatro palcos, um espaço com ferramentas tecnológicas para promover o aprendizado e um laboratório maker. Esse foi o cenário, sem paredes, que proporcionou uma experiência inovadora a cerca 900 gestores, educadores, investidores, empreendedores e lideranças sociais que estiveram reunidos na terceira edição do Transformar.. Promovido no dia 25 de agosto de 2015 por Fundação Lemann, Inspirare/Porvir e Instituto Península, o evento reuniu em São Paulo especialistas e representantes de experiências inovadoras em educação de sete países para debater temas como currículo e transdisciplinaridade, competências para a vida no século 21, conectividade e empreendedorismo em educação.

Para acompanhar a maratona de debates, todos os convidados receberam fones de ouvido e tiveram que fazer escolhas: como tudo acontecia ao mesmo tempo, cada participante pôde personalizar sua experiência no encontro. Enquanto em um palco a secretária de educação de Helsinque, Marjo Kyllönen, relatava as mudanças curriculares que estão em curso na Finlândia, em outro ao lado o presidente-executivo do Plano Ceibal, do Uruguai, Gonzalo Pérez Piaggio, contava como conseguiu conectar todas as escolas à internet banda larga no país. Ao mesmo tempo, também era possível realizar uma oficina de instrumentos musicais num laboratório de fabricação digital, promovido pelo Programaê! em parceria com o FabLearn, ou aprender sobre ensino híbrido no espaço de experimentação de tecnologias educacionais.

Entre os principais palestrantes da conferência estiveram Geoff Mulgan, diretor Executivo do Nesta (Fundo Nacional para a Ciência, Tecnologia e Artes do Reino Unido), Henry Hipps, Oficial Sênior de Programa na equipe K-12 da Fundação Bill & Melinda Gates, e Jennifer Adams, diretora de Educação do Conselho Escolar do distrito de Ottawa-Carleston (Canadá).

Além de palestras de especialistas, o Transformar 2015 também abriu espaço para que oito professores brasileiros, distribuídos nos quatro palcos simultaneamente,  apresentassem experiências inovadoras com uso de tecnologia em escolas públicas. Em um deles, Eric Rodrigues, da Escola Municipal Emílio Carlos, no Rio de Janeiro (RJ), e Cleide Torres, da Escola Estadual Jardim Riviera, em Santo André (SP), mostraram diferentes realidades para implementação do ensino híbrido, metodologia que combina ensino online e offline.

O evento teve transmissão ao vivo pelo Canal Futura e pela internet, foi debatido via redes sociais e teve repercussão em veículos de comunicação.

25 DE AGOSTO DE 2015
Espaço Vila dos Ipês
Avenida Mofarrej, 1505, Vila Leopoldina, São Paulo-SP
#TRANSFORMAR2015