A luz ideal para foto é geralmente o resultado de muito estudo e planejamento. Afinal, não existe uma regra absoluta do que ficará sempre melhor. Depende muito do ambiente em que se está e qual é o resultado esperado para aquela foto. 

Alguns conceitos são importantes para encontrar a luz ideal para uma foto, visto que dessa forma, você conseguirá o melhor resultado para o que deseja fotografar. Mesmo que o ambiente não esteja propício, com muita iluminação disponível, você pode ajustar diferentes parâmetros e conseguir fotos incríveis. 

Mas, para isso, você precisa ter conhecimento de algumas propriedades da sua câmera e como pode mexer com esses detalhes, para maximizar o que deseja e ter o resultado esperado. 

Assim, para te ajudar a encontrar a melhor opção de iluminação para sua fotografia, vamos te dar algumas dicas e informações importantes, para você ter o melhor resultado. Confira! 

Dicas para você encontrar a luz perfeita para sua foto! 

 

  • 1. Ajuste o ISO 

 

O ISO é a sensibilidade da câmara. Então, quanto menor, mais a câmera vai demorar para conseguir tirar a foto. Mas, quando muito alto, a foto será tirada rapidamente, porém ela pode apresentar ruído e o resultado, assim, também não será ideal. 

Portanto, um ISO ideal para determinadas fotos, como para um retrato profissional, por exemplo, deve ficar entre 800 e 1600. 

Você pode fazer vários testes, alterando o ISO e vendo como os resultados podem sair diferentes. Dessa forma, você conseguirá escolher o ISO ideal para a foto que deseja. 

 

  • 2. Estude a abertura 

 

Toda câmera possui uma abertura, que significa a quantidade de luz que vai passar para que a imagem seja tirada. 

Quanto maior a abertura, mais luz passará. Essa informação vem acompanhada por um f e é inversamente proporcional ao valor mostrado. 

Ou seja, quanto maior o número, menor a abertura. 

Embora você possa achar que o ideal é ter muita luz entrando, nem sempre. 

De fato, a abertura tem um impacto direto no foco. Uma abertura maior resulta em profundidade de campo mais rasa. 

Dessa forma, em um ambiente pouco iluminado, o ideal é ter uma abertura maior, para que mais luz entre. Já uma abertura menor, nesse mesmo local pouco iluminado, tende a deixar as imagens borradas e sem definição. 

 

  • 3. Para objetos pequenos, use macro e flashes ring 

 

Você deseja tirar uma foto de um objeto pequeno? Então, pode ter certeza que se você usar o flash da própria câmera, o resultado não será muito bom. 

Para isso, existe a lente macro e flashes ring. 

Vamos começar falando da lente macro. Câmeras profissionais mais antigas não vinham com lente macro, que deveria ser adquirida separadamente. 

Atualmente, celulares mais avançados vêm com lente macro. Mas, o que essa lente tem de especial? 

Uma lente macro é aquela que permite a focagem de objetos muito próximos, em uma distância focal pequena. Assim, você conseguirá detalhes desse objeto pequeno. 

Já os flashes ring são flashes que são colocados ao redor da câmera e são redondos, como o próprio nome indica. 

Com isso, a luz não fica concentrada somente no objeto, permitindo que a foto não saia estourada e sim, com mais qualidade. 

Existem muitos modelos de flashes ring e você pode optar por um modelo que esteja dentro do seu orçamento. Mas certamente vai ver uma grande diferença na fotografia ao utilizar esse flash. 

 

  • 4. Use difusores e rebatedores

 

Certamente você já deve ter visto ensaios sendo feitos em ambientes abertos, em que ajudantes do fotógrafo seguravam peças brancas, redondas. 

Essas peças são os difusores, que são itens importantes para quem busca a luz ideal para foto. Também há os rebatedores, que são de material claro e que, como o próprio nome diz, rebatem a luz para outra direção. 

Em ambientes com luz natural, o difusor faz com que a luz “se espalhe”, ou seja, ela não ficará concentrada em um único ponto, melhorando a iluminação da foto. 

 

  • 5. Luz natural ou luz artificial? 

 

A luz natural é sempre preferida nas fotos, sobretudo de objetos ou quando há uma paisagem em questão. 

Mas, nem sempre é possível contar com luz natural para tirar uma foto. 

Aí, entram em cena os objetos de luz artificial. Existem diversos modelos disponíveis no mercado. Alguns modelos, inclusive, permitem a escolha do tipo de luz que você deseja: se luz fria ou uma luz mais quente, por exemplo. 

A luz fria resultará em tons mais azulados na foto. Já a luz quente resultará em tons mais amarelos na imagem. Então, vale a pena estudar qual será a melhor opção. 

Assim, você conseguirá diferentes efeitos na foto, conforme a escolha feita. 

Agora que você já sabe em quais propriedades pode mexer e com que pode contar para encontrar a luz ideal, basta treinar e encontrar as várias opções que a fotografia te permite!