Dicas para manter um coração saudável

Dicas para manter um coração saudável

Sabia que quase 289 mil pessoas morreram por doenças cardiovasculares no Brasil em 2019? A OMS lista as doenças cardiovasculares como a principal causa de morte no mundo. 

 

Apesar das dicas serem básicas (e para muitas pessoas até bastante óbvias), nunca é demais reforçá-las.

 

1 . Para um coração saudável, evite fumar

Se você está se perguntando como os cigarros afetam a saúde do coração, saiba que, além dos danos que causam diretamente aos pulmões e sua estreita associação com as células cancerígenas, os cigarros contém cerca de 4.700 substâncias tóxicas.

 

A nicotina, por exemplo, contrai artérias e veias. Esse fato, associado aos altos níveis de LDL (o conhecido colesterol ruim), pode aumentar a probabilidade de ataques cardíacos, por exemplo. Além da nicotina, outros componentes do cigarro danificam o endotélio, a camada que reveste o interior dos vasos sanguíneos.

 

Além disso, a vasoconstrição combinada com a liberação de adrenalina, vasopressina e norepinefrina pelo uso de nicotina aumenta a pressão arterial, pelo menos quando se fuma.

 

E não se esqueça que o fumante “passivo” também corre o risco de exposição constante à fumaça do tabaco.

 

2 . Diga não à obesidade e controle seu peso

A obesidade e o sobrepeso aumentam o risco de desenvolver diabetes, hipertensão, apneia do sono e uma série de outros fatores que contribuem para o desenvolvimento de doenças cardiovasculares.

 

A gordura abdominal, outrora uma reserva de energia, é considerada um fator de sobrevivência, agora representa um alto risco para o coração. Isso se deve ao fato de que as atividades e estilos de vida mudaram. Antigamente, essa reserva era gasta com muito mais facilidade devido à complexidade das atividades desempenhadas por uma pessoa. Hoje em dia, as pessoas levam um estilo de vida muito mais sedentário do que nunca. E, ao mesmo tempo, o fornecimento de energia na forma de gordura não é mais necessário.

 

Portanto, o acúmulo de gordura abdominal aumenta o risco de bloqueio dos vasos sanguíneos. Isso ocorre porque esse acúmulo aumenta a probabilidade de que as placas de gordura fiquem presas nas paredes dos vasos sanguíneos (colesterol LDL), bloqueando a passagem do sangue. Portanto, podem causar ataques cardíacos e/ou acidentes cerebrovasculares (AVC).

 

3 . Exercite-se regularmente e livre-se de um estilo de vida sedentário!

Se você está se perguntando a importância do exercício, saiba que ele é uma das principais formas de prevenir doenças cardiovasculares e manter o coração saudável.

Dicas para manter um coração saudável

No entanto, para que o exercício seja sempre benéfico e traga apenas bons resultados, é necessário o acompanhamento de um especialista qualificado e a orientação do seu cardiologista. No final das contas, a rejeição de um estilo de vida sedentário tira muita energia do corpo e exige cuidados.

 

Portanto, antes de iniciar a prática, é necessário consultar um cardiologista. Dessa forma, você pode avaliar sua resistência cardiorrespiratória. Com base nisso, será definida a intensidade de exercício permitida para cada caso. Afinal, cada caso é um caso e deve ser considerado individualmente.

 

4 . Controle sua pressão arterial para um coração saudável

A pressão alta significa que o coração está trabalhando mais do que o normal para circular o sangue por todo o corpo. A hipertensão arterial é considerada pela maioria dos cardiologistas como o “mal do século”. Isso ocorre porque os hábitos alimentares, a saúde e o estilo de vida mudaram ao longo do tempo. Isso significa que ao comer alimentos não saudáveis ​​(por exemplo, comer muito sal), aumentar ou estressar diariamente, não se exercitar ou ignorar uma noite de sono, fazemos com que nosso coração trabalhe mais do que o normal para manter tudo em ordem.

 

5 . Escolha a comida certa

Todos concordam que uma alimentação saudável melhora a qualidade de vida de forma extraordinária. Reduzir sal, gordura, frituras e álcool, além de investir em uma dieta rica em frutas, verduras e legumes, são recomendações amplamente aceitas.

 

No entanto, você sabia que seu prato deve ter 5 cores para ser verdadeiramente saudável? A orientação clássica dos nutricionistas é cozinhar alimentos coloridos. Por isso, invista em produtos roxos, brancos, verdes, vermelhos e laranjas.

 

6 Controle de colestero

O colesterol alto é considerado uma doença oculta. Se você não fizer exames de sangue, seus sintomas são, na verdade, consequências. Portanto, como você já viu, tanto o tratamento quanto a prevenção do colesterol alto se baseiam em uma alimentação saudável, atividade física frequente, perda de peso e estresse.

 

7. Reduza o estresse diário

Vivemos em um ritmo muito rápido e enfrentamos muito estresse todos os dias. O estresse afeta o coração. Isso ocorre porque o estresse libera o hormônio cortisol. Este hormônio afeta diretamente os níveis de colesterol e hipertensão.

 

8 Cuidar da glicose

Você sabia que as pessoas com diabetes têm duas vezes mais probabilidade (e risco) de ter um ataque cardíaco? De fato, pesquisas recentes sugerem que os sintomas de ataque cardíaco podem diferir em pessoas com diabetes. Isso ocorre porque a glicose alta no sangue torna o colesterol e a pressão alta mais agressivos. Assim, cuidar da glicose reduzindo a ingestão de açúcares e gorduras pode diminuir o risco de causar mais danos ao coração.

 

9 Não se esqueça do descanso

O tempo de lazer é essencial para reduzir o estresse. Porém, mesmo em momentos de descanso, devemos ter cuidado e cuidar da nossa saúde. Via de regra, o senso comum tende a acreditar que esses momentos são a ocasião perfeita para exagerar… Exageros ao beber, abusos na alimentação ou atividades perigosas. Portanto, reserve um tempo para relaxar, mas esteja atento e encontre um equilíbrio saudável entre vida profissional e pessoal.

 

10 Consulte um cardiologista regularmente

Você já viu que o melhor momento para procurar um cardiologista é quando você quer prevenir doenças. Afinal, a prevenção é o melhor remédio! Assim, você pode prevenir doenças e/ou diagnosticá-las a tempo. Por fim, aproveite para tirar suas dúvidas com seu cardiologista para que você possa mudar seus hábitos de forma saudável.

 

Confira também 5 Cuidados para manter a sua saúde nos dias atuais!

 

Continue lendo nosso site!